quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

os bons morrem antes...

Hoje fico seriamente me perguntando se Renato Russo estava certo. Será que "os bons morrem antes?" Por que? Precisamos tanto de seres edificantes, eles não são melhores sozinhos, são pontes para nossa evolução. Assim é a minha história com a minha cachorrinha. Ela simplesmente me provou que eu estava enganada, que ela seria muito importante e que eu um dia precisaria dela. Mas não demorou não. Logo que a peguei pela primeira vez no colo, aquele bolo de pulga, de verminha, de sarninha... Ah Meu Deus! Ela logo foi quebrando as pedras da minha muralha - sem nem raciocinar, a minha cachorrinha descobriu que o meu problema era solidão, que eu precisava era de carinhos recíprocos, de compromisso na hora de abraçar, de beijinhos TODA HORA!

Ela não se importava por eu abraçá-la TODA HORA; nem brigava comigo quando não conseguia compreendê-la; não reparava no meu cabelo desarrumado; nem na minha falta de etiqueta. Só queria brincar, só sabia correr, só vivia roendo TUDO, só podia me escutar mas nem podia me dar conselhos.
Sabe que a convivência nestes 7 anos foi um presente pra mim. Para ela não, foi até muito trabalho! Me pergunto como alguém tão pensante como um HOMO SAPIENS SAPIENS como eu poderia ser tão nonsense. Ela não! Entendia tudo! Se faltasse ração, ela comia o que tivesse. Se o baninho faltava ela nem ligava. Só queria me ver chegando... Ela balançava o rabinho, corria com tudo em cima de mim e de quem me acompanhasse. Às vezes batia o rabinho com toda a força e até machucava, mas todos riamos dizendo ela parece que está dizendo me olha, me abraça, eu estava te esperando...
Eu também estava te esperando Belinha! Você chegou na hora certa, pois eu nem falava direito com as pessoas, nem sabia abraçar direito, não sabia que alguém por perto não era nenhum sacrifício, era o melhor presente. Pois é meus amigos, a minha cachorrinha me ensinou a ser gente, ser mais amiga, ser carinhosa. Se ela não chegasse sei lá se conseguiria ser melhor.
Muitos acreditam que o cachorro é um bajulador, vive mendigando atenção. Mas não!
O cachorro é um dos animais mais atenciosos, leias, companheiros e carinhosos. Eu sou a prova de que o cachorro pode ser mais fraterno que o próprio Ser Humano. Devo agradecer pela faculdade de aprender, que animais, temos! E eu, Belinha, aprendi com você! Muito obrigada, meu S2!
Hoje, vc nem poderá me receber abanando o rabinho, já faz 2 meses que você teve que partir sem mim. Mas onde vc estiver eu sei que eu estou escrita na sua história. E vc virá comigo onde eu for.
De sua mami,

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

amanhã é 23...


Olá meus amigos do céu,
hoje é um dia como outro qualquer, de trabalho, de preguiça, de saudades, de expecativas, de ansiedades, de construção. Hoje é só mais um dia, contudo não será assim amanhã!
Amanhã, eu vejo com outros olhos! Olhos mais duros ás vezes, contudo sempre esperançosos, já que embora eu seja realista - por vezes até pessimista - eu acredito sempre em asas. 
Ahh esse amanhã! Ele começou já faz um tempo para mim. Sim, pois estou num momento de transformações. E confesso, sem medo! Só assim entendo quando o Cazuza diz "a dor no fundo esconde uma pontinha de prazer".
Esse amanhã, que não se esquece de ontem, porém olha com mais piedade, talvez quer distrair o rancôr!
Esse mesmo amanhã que enxerga o HOJE, tranquilamente, pois sei que tenho amores, reconheço de longe meus amigos e apenas agradeço os presentes que a vida não espera o aniversário para me dar.
Desde sempre tenho duas estrelas, elas iluminam meu céu na escuridão da vida. Amanhã, sei que elas estarão no meu dia, carregando os meus pesares comigo; descobrindo o que eu sou, antes até de mim; caindo do meu lado e me esperando para comemorar.
Essas estrelas estão em meus sonhos, meus pesadelos, nos meus maiores pecados e na minha sentença. Onde eu estou elas também estão e são. São ao mesmo tempo mães, irmães e filhas minhas. São as estrelas Graça e Hellen, elas substanciam esse céu, esse ser, essa vida! Às mulheres da minha vida eu digo sempre "às vezes o que eu vejo quase ninguém vê... eu sei que você sabe quase sem querer que eu vejo o mesmo que você".
Tenho também um horizonte de luz na minha vida. Uma das dádivas mais preciosas que recebi de Deus. Um homem que me acompanha e que me ensinou a alçar vôos, ele estava comigo quando descobimos nossas asas. Como sabemos "Where do you go when you're lonely...I'll follow you". Ele não tem aureulas, mas tem até nome de anjo. Confesso que por vezes seu caminho me cega, tanta luz em vão! No entanto, foi olhando nos seus olhos que vi que eu tinha asas. Eu digo sempre que quando pedi para Nossa senhora um amor, ela, como num presente singular, me deu alguém com quem eu aprendi a amar. Como canta o Charlie Brown "Mas pra quem tem pensamento forte o impossível é só questão de opinião E disso os loucos sabem".
Fazem parte do meu amanhã meus amores, que são flores que escolhi para o meu jardim. São minhas lindas e preciosas amigas. Entre Lalá, cybelle, Érica, Dadá, Cinthia, Wanessa, Bel, entre outras que eu amo. Cada uma esculpiu um pouco do que eu sou hoje. Foram seus ombros amigos na decepção (não é , Laísa?); o peito aberto para minhas idéias confusas; o abraço amigo na hora que só podem me acolher e dizer "seja feliz, pequena"; eu leio "Eu te amo", nos seus olhos! Então "Só enquanto eu respirar... vou me lembrar de Vocês", do meu querido teatro mágico. 
Entre tantos amores do amanhã, que são amigos e familiares que me iluminam sempre. Como meus amigos alados desse Blog, que já me acompanham ultrapassando domínios desde agosto, parece que foi ontem! Saibam vocês são o que mais concreto eu tenho de amanhã, são meu caminho repleto de sonhos, minha adimiração, meu orgulho de mim, MUITO OBRIGADA, eu sei que são a minha gratidão por existir.
Então, para os que estão se perguntando "como assim amanhã é 19 porque amanhã é 23?"... eu confesso, amanhã completo 23 anos de história, da qual vocês já fazem parte com suas penas! 
Por isso amanhã sob os ares do novo vento, já sinto nessas penas, frio na barriga por causa do maior vôo que minha vida poderá dar. Pois tenho asas que ultrapassam os domínios do Sol.
Um abraço aos amigos alados.
HIlda Freitas

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

eu queria postar sobre sonhos...

Queria postar sobre sonhos...
sobre o que está chegando...
sobre o presente do papai noel...
sobre a embalagem fechada...
sobre o que eu posso imaginar
 Eu posso imaginar?
será que eu posso até me iludir?
será será que eu posso sonhar?
será que o que eu penso eu posso pensar e seguir?
eh...
ninguém pode me impedir de cair...
ninguém pode me impedir de chorar...
ninguém pode me impedir de sangrar...
ninguém pode me impedir de afundar...
então...
eu posso sonhar!
se eu cair, ninguém iria me impedir
mas se eu voar
eu posso te levar comigo
e ainda posso chegar onde ninguém pensa,
 mas pode sonhar, pode imaginar e seguir assim...


um abraço e sonhe
eu posso te ajudar
Hilda freitas

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

O bom sentimento não trai...

Olá alados queridos,
estou outra vez nesse nosso céu, para um novo encontro, para alguns, para um reencontro, pois tenho necessidade da minha alteridade constitutiva, destas, as minhas preferidas são vocês!
         Gostaria de propôr como tema ao nosso dialogo uma reflexão, ou melhor, um momento para darmos mais atenção aos nossos sentimentos, tanto aos bons quanto aos maus. Principalmente, porque atualmente falar de sentimento é expor fraquezas, mas para esta autora, simplesmente é expor "franquezas".  Sim, trata-se de coisas nossas, todos somos constituídos por RAZÃO e EMOÇÃO, embora muitas vezes tenhamos que escondê-las. Hoje em dia, fica assim, "não fale de seus problemas que ninguém gosta", "busque não falar de coisas difíceis pois contagia", "problema teu", por aí a fora. Contudo, TODOS, apresentamos alguma fraqueza muitas vezes consequência dos nossos sentimentos (FRUTO da EMOÇÃO HUMANA). É humano representar dores e sensações ORGÂNICAS, socialmente por meio da língua convencionamos por nomes ABSTRATOS, afinal de contas, não conseguimos tange-los tal como as coisas materias. Ou seja, ninguém VÊ sentimento, já que só podemos SENTI-LOS. É natural, biológico, social, psicológico, aliás, é HUMANO sentir DOR. Não se envergonhe, não pense que virou EXTRA-terrestre, não FINJA que não está sentindo, lembre-se ser HUMANO é ter sentimento e socialmente representá-los. Na música "O ere" do Cidade Negra é linda e, HOJE EM DIA, SURREAL a discussão que gira em torno do sentimento como algo PURO, já que absolutamente HUMANO. O ere para o Candomblé é um processo que intermedia o momento de transe, isto é, "aparece instantaneamente logo após o transe do orixá, ou seja, o Ere é o intermediário entre o iniciado e o orixá"(FONTE: http://www.brasilfolclore.hpg.ig.com.br/ere.htm).  No entanto, reconheço que na letra desta música, além de de se ressaltar o questão da cultura afrodescendente no Brasil,  trata-se, sobretudo, sobre o sentimento, o qual é inclusive comparado a uma "criança sincera"e a própria "convicção", o que está relacionado à capacidade de, enquanto seres humanos, conseguirmos ser AUTÊNTICOS. Isto muito porque, atualmente, temos que FINGIR, FORJAR, tanta INDEPENDÊNCIA, tanta AUTO-SUFICIÊNCIA, que não nos sobra espaço para sermos HUMANOS, com nossos vícios e, principalmente, com nossas virtudes. Acredito que os VÍCIOS são produzidos por nossa capacidade não conseguir aprender, crescer com nossos erros, nos transformar, aprender, principalmente, diversificar horizontes. Já as VIRTUDES são nossos sentimentos, nossos aprendizados, nos amores, nossas amizades, aquilo que construimos e que contribui para a nossa vivência e a de outros.
       LEMBRE-SE não somos traídos por nossos sentimentos, nós é quem traimos outros ou a nós mesmos. Não se engane, você está sentindo algo, nem tema isso é NORMAL e humano.
Seja livre e aprecie está música.

O Ere (Cidade Negra)

Prá entender o Erê
Tem que tá moleque
Uh! Erê, Erê!
Tem que conquistar alguém
Que a consciência leve...
Há semanas em que tudo vem
Há semanas que é seca pura
Há selvagens que são do bem
Há seqüência do filme muda...
Milhões de anos luz
Podem durar o que alguns segundos
Na vida podem representar
O Erê, é a criança sincera, convicção
Fazendo a vida como o sol nos traz...
Você sabe
Que o sentimento não trai
Um bom sentimento não trai...
Prá entender o Erê
Tem que tá moleque
Uh! Erê, Erê!
Tem que conquistar alguém
Que a consciência leve...
Pare e pense no que já se viu
Pense e sinta o que já se fez
O mundo visto de uma janela
Pelos olhos de uma criança...
Milhões de anos luz podem curarO que alguns segundos
Na vida podem representar
O Erê, é a criança sincera, convicção
Fazendo a vida
Como o sol nos traz...
Você sabe
Que o sentimento não trai
Um bom sentimento não trai...
Você sabe!



quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Uma esclada... Hellenzitah seu vôo é vento nas minhas asas

video
Fiz esse vídeo para o S2 da minha vida, minha alma gêmea, minha irmã linda! Ela também precisa ESCALAR uma grande montanha, mas sei que suas asas são incansáveis, SOMOS GUERREIRAS MANA! A minha família é o meu lar, meu grande amor, meu céu ABRIGO, meu porto SEGURO, meu mar de infinitas felicidades e novidades, são meu TODO, me COMPLETAM! Aos meus amigos abro os braços para que vejam essa declaração de AMOR para minha princesa! Mas também gostaria de dizer o momento é de dificuldades, porque o nosso amorzinho BELINHA está morrendo! Esse vídeo é por gratidão à ela também que me ensinou a dar carinho, a cuidar e RETRIBUIR! Bela vc segue comigo por onde eu for! A minha mãe e irmã, MEU LAR, digo "nossas vidas, nossos sonhos, TEM O MESMO VALOR, vou com você (s) onde você (s) for (em)" (Lugar ao SOL).
Amigos alados, meu céu é de vocês.
Hilda Freitas

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Ahhhhh! As coisas boas deveriam ser eternas!


Estou passando por um momento muito difícil, estamos perdendo nossa companheira BELA! Ela está conosco há 7 anos e infelizmente adoeceu! Gostaria que vocÊs amigos desse céu rezassem por ela pois está precisando de muito amor e carinho e bons sentimentos são as melhores orações que podemos oferecer! Desde já agradeço por suas orações (sentimentos bons) por mim! 
Muito obrigada por todo o carinho, já estamos sentindo que melhoras virão! Como costumo dizer são os bons ventos querendo soprar...
Um abraço,
Hilda Freitas (autora alada)

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Entre novos ventos... embora sejam as mesmas asas

Olá meus amigos alados!
Passei um tempo longe pois trabalhei na Feira Pan-Amazônica do Livro que aconteceu em Belém durante os últimos 10 dias. Mas já estou de volta e saibam estava com muita saudade do carinho de vocês, já que suas asas me acompanham nesse novo vôo que me propus.
Como retorno posto uma linda música que conheci nesta semana. Trata-se de "Perdida e Salva", uma música que Sandy compôs e espero que gostem:



Perdida E Salva (Sandy Leah)



Tentativas vãs de descrever

O que me calou

Me roubou palavras e chão e ar

Me roubou de mim



E a dor some no vazio

Que o seu beijo preencheu

Na flor somem os espinhos

É assim, o mundo que você me deu




Não há sensação melhor, não há

Sinto estar

Perdida e salva


Tentativas vãs de libertar

O sentido maior

Que as palavras prenderam quando eu

Disse: Amo você



E a dor some no vazio

Que o seu beijo preencheu

Na flor somem os espinhos

É assim, o mundo que você me deu



Não há sensação melhor, não há

Sinto estar

Perdida e salva

Em lugar de mil palavras

Deixo o instinto se exercer

Deixa o íntimo silêncio

Percorrer só



Apesar de ser tão claro

Eu não consigo entender

E apesar de ser tão imenso

Cabe em mim

O mundo que você me deu


Não há sensação melhor, não há

Sinto estar

Perdida e salva




Sandy. Perdida e Salva. Acessado em 08 de setembro de 2010, em: http://www.vagalume.com.br/sandy-leah/perdida-e-salva

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Das relações e as estrelas...


           Há, já, um certo tempo atrás eu conversei com meu amigo sobre o que eu não queria vivenciar numa relação a dois, lhe disse assim: "sabe quando olhamos as estrelas lá no céu... daqui elas parecem estar perto um da outra... mas de perto elas estão distantes anos-luz". Pois é, algumas vezes nossas relações configuram uma relação entre estrelas... Muitas vezes entre amigos, entre amados, entre familiares perecemos verdadeiras constelações, somos muitos, estamos de longe mais perto, porém quando observados mais próximo um pouquinho alguém pode encontrar até um buraco negro! rsrsrs Estou rindo sim, mas a coisa é séria! Como pode existir entre um casal que pretende construir amor MUROS no lugar onde deveria se engendrar PONTES! São fronteiras o que mais definimos hoje quando estamos num relacionamento que deveria ser INTERpessoal AFETIVO. Pessoas, como pode haver INTERAÇÃO? Como podemos nos AFETAR? Dizemos: "Não toque nisto... não é seu! Não fale disto... que não lhe diz respeito! Não se meta... que ainda não chegou aí? (do outro lado do OCEANO?).
   E as estrelas, hilda... Muito bem, posso dizer que conheço relacionamentos nos quais pessoas são como estrelas, daquelas cadentes, começam estrelando num céu lindo terminam num rio (de lágrimas). Outros, em que somos como satélites, existe o Sol e quem está do lado só recebe a luz do ASTRO REI. Outros mais, nos quais existem vários planetas em torno de uma estrela, a mais bela e importante do paraíso - quem dera essa Estrela pudesse ser seguida somente por um planeta, não é? Outros em que todos são estrelas, com luz própria, sua beleza, sua altivez, no entanto solitárias inconjugaveis! Fico aqui me perguntando quando seremos apenas humanos querendo calor, amor, dor e a tua companhia.
"sem a tua, sem a tua, sem a tua companhia...
Hilda Freitas

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Lugar ao Sol... Esse é meu lugar ao Sol

Essa música do Charlie Bronw marcou pra valer!

Não conheço meu pai, mas queria dizer algumas coisas...


"Que bom viver, como é bom sonhar
E o que ficou pra trás passou e eu não me importei
Foi até melhor, tive que pensar em algo novo que fizesse sentido

Ainda vejo o mundo com os olhos de criança
Que só quer brincar e não tanta "responsa"
Mas a vida cobra sério e realmente não dá pra fugir

Livre pra poder sorrir, sim
Livre pra poder buscar o meu lugar ao sol
Livre pra poder sorrir, sim
Livre pra poder buscar o meu lugar ao sol

Um dia eu espero te reencontrar numa bem melhor
Cada um tem seu caminho,
eu sei foi até melhor
Irmãos do mesmo Cristo, eu quero e não desisto

Caro pai, como é bom o ter por quê se orgulhar
A vida pode passar, não estou sozinho
Eu sei se eu tiver fé eu volto até a sonhar

Livre pra poder sorrir, sim
Livre pra poder buscar o meu lugar ao sol
Livre pra poder sorrir, sim
Livre pra poder buscar o meu lugar ao sol

O amor é assim, é a paz de Deus em sua casa
O amor é assim, é a paz de Deus que nunca acaba...
O amor é assim, é a paz de Deus em sua casa
O amor é assim, é a paz de Deus... que nunca acaba


Nossas vidas, nossos sonhos têm o mesmo valor
Nossas vidas, nossos sonhos têm o mesmo valor
Eu vou com você pra onde você for

Eu descobri que é azul a cor da parede da casa de Deus
E não há mais ninguém como você e eu"

 
Minha vida são duas pessoas MAMÃE e HELLEN,
 minha alegria seus minhas amigas, minhas amores,
minha estrela é a minha própria guia.
Espero que me leve por destinos surpreendentes sempre.


Um abraço


Hilda Freitas, Belém

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Asas que ultrapassm os limites do Sol...

Assim começo este caminho abrindo as páginas, asas, meus braços ...
Sejam bem vindos seres que se enxergam alados!
Voem pelo céu que lhes ofereço, sem medo, sem pesos para atrapalharem sua melhor manobra!
Naveguem por essa imensidão, pois almejo alcançar o infinito particular de cada um de vocês.
Que a Luz do Sol nos guie, sempre por horizontes onde a gravidade já não tenha tanto efeito, onde - possamos muito além dos nossos defeitos - alcançar nossos sonhos!
Hilda Freitas